• VERSO E REFRÃO

    Chegas-te ao meu lado

    E foges num segundo

    Como um verso passageiro

    Que não volta à canção

     

    Conto à minha volta

    Sombras no chão

    E uma vontade nasceu

    Quero ser a tua companhia

     

    E como na canção

    Não quero estrofes soltas

     

    Dá-me o teu braço

    Troca-me as voltas

    Vem e sê o meu amor

     

    Solta os teus medos

    Dá-me razão

    E deixa de ser um verso só

     

    E passa a ser refrão